sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

SEMPRE

Seu sorriso quebrou o gelo
que envolvia meu coração
E agora ele está desprotegido
Porém Latente
E seu calor comigo
Sinto que vivo


Sempre que acordares, aqui estarei
Mas, se quando eu acordar não te encontrar,
ficarei com você no meu coração...
te carregarei
para sempre,
porque o “sempre” no meu peito existe
e a razão é você

Elimax de Andrade Lima

9 comentários:

  1. muito massa mesmo.. parabéns Max!

    ResponderExcluir
  2. vixe, sei pra quem é HDUISAHDHADUISAHDUISAHDUI. Gostei.

    ResponderExcluir
  3. Olá Max, mais uma vez você nos traz um belo poema. Lembro-me de Florbela que dizia que devemos amar enquanto a primavera está florida. Nós, mortais, devemos amar enquanto o coração está latente. Abraços!!!

    ResponderExcluir
  4. Vixe Bixim....
    O que o amor não faz,né?!rsrs...
    Adorei, muito bom....

    ResponderExcluir
  5. é um dos melhores poemas
    que ja escreveu,
    adorei de verdade...

    xerúu =D

    ResponderExcluir
  6. Texto lindo, verdadeiro, sincero, puro e profundo esse sim vale a pena memorizar adorei!

    ResponderExcluir